Anchieta liderou 90% dos empregos formais na microrregião nos últimos três anos

today4 de fevereiro de 2020
remove_red_eye84

Anchieta foi o município que mais empregou na microrregião nos três últimos anos -2017 a 2019. Os números são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. No triênio, Anchieta sozinho concentrou 90% do saldo positivo de admissões da microrregião, que é composta por seis cidades.

Conforme o Caged, no período de janeiro de 2017 a dezembro de 2019 foram admitidas 6.157 pessoas e demitidas 5.222, o saldo ficou positivo em 935 empregos na cidade, enquanto no mesmo período, a microrregião toda, composta por Anchieta, Piúma, Iconha, Guarapari, Rio Novo do Sul e Alfredo Chaves, obteve o saldo positivo de 1.039. Dessa forma, sem Anchieta, os outros municípios tiveram de saldo 104 empregos formais.

De acordo com os dados, o setor de serviços e construção civil lideraram o ranking na abertura de vagas. “Os números apontam que estamos no caminho certo para a recuperação de empregos em nossa cidade e para o fortalecimento de nossa economia. Em um período sem a maior empregadora da região, a Samarco, conseguimos grande avanço. Isso nos deixa mais confiantes para o futuro, já que temos grandes perspectivas com a retomada da mineradora.” afirma o prefeito Fabrício Petri.

 “Ainda temos muitos desempregados em nosso município, uma volatilidade grande entre admissões e demissões, mas as políticas públicas adotadas pela atual gestão começam a surtir efeito. Estamos fomentando o empreendedorismo, desburocratizando a máquina pública, legislando em favor da geração de empregos locais e promovendo a geração de renda em Anchieta”, acrescenta a secretária de Desenvolvimento e Integração, Paula Louzada.

Louzada lembra que desde 2017, quando a prefeitura lançou o programa Anchieta Criativa e Empreendedora, com objetivo de fortalecer a economia e desenvolver o empreendedorismo, o município começou a colher bons frutos em relação ao fomento de novos postos de trabalho.

A prefeitura espera ainda que o número de carteira assinada cresça em 2020 com as novas obras que estão sendo executadas pela municipalidade, já que, de acordo com uma nova legislação 70% da mão de obra empregada deve ser local e uma exigência pessoal do prefeito com as empresas é contratar moradores dos bairros onde a obra é executada.

Dados do Caged | Ministério do Emprego
Período: janeiro/2017 a dezembro/2019
Saldo Positivo
Região: 1.039 empregos
Anchieta: 935 empregos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*