Itapemirim: “Vale Feira” proporciona aumento de 65% à agricultura familiar em outubro

today10 de novembro de 2014
remove_red_eye682

Geração de emprego e renda, aquecimento da economia e produto de qualidade
na mesa do consumidor.

O tícket “Vale Feira” em Itapemirim, que inicialmente era de R$ 5,00, desde maio de 2014 foi reajustado para R$ 15,00 semanais, proporcionando aos produtores rurais, somente em outubro, renda de 65% a mais em relação ao mês anterior, passando de R$ 40 mil para mais de R$ 66 mil.

O Programa Municipal de Economia Solidária “Vale Feira”, de acordo com a secretária municipal de Assistência Social e Cidadania, Maria Helena Spinelli Escovedo, tem o objetivo de proporcionar às famílias em situação de risco social e pessoal, acesso a mercadorias do gênero hortifrutigranjeiro produzidas pela agricultura familiar.

O prefeito de Itapemirim, Dr. Luciano de Paiva, destacou que essa adequação financeira possibilita o aquecimento da economia, tanto para o consumidor, quanto para o produtor, além da qualidade na alimentação: “Esse amparo propicia melhoria na qualidade da alimentação mais saudável dos beneficiários, além da circulação dos recursos investidos no próprio município”.

Maria Helena ressalta que assistentes sociais cadastram as famílias que solicitam o Vale Feira e faz visitas domiciliares para verificar se o requerente se enquadrada nos critérios de elegibilidade. “Caso positivo, a família inicia o recebimento do Vale Feira. Hoje são inscritas mil famílias em todo o Município”.

De acordo com informações da secretaria, somente no mês de outubro, foram atendidas 4.413 pessoas com o Vale Feira, sendo repassada para o produtor familiar a importância de R$ 66.187,00. A secretária informou que um dos critérios para se beneficiar do programa de segurança alimentar e nutricional é atender ao teto estipulado, com proventos de até R$ 150,00 por pessoa e finalizou esclarecendo que as feiras são realizadas na Sede, toda sexta feira e, no litoral, às quartas-feiras, em Itaipava e Itaoca.

Por José Geraldo Oliveira

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*