Marcelo Santos reúne cúpula de segurança do Estado em Santa Teresa

today21 de março de 2022
remove_red_eye174

Reunião aconteceu na Secretaria, em busca de ações coordenadas e compartilhadas para coibir a criminalidade no município, que cresce com a chegada de investimentos.

Destino muito procurado por turistas, o município de Santa Teresa tem visto aumentar o índice de criminalidade ao mesmo tempo que tem recebido cada vez mais investimentos do Governo do Estado. Em busca de um plano coordenado para melhorar a segurança pública no município, o deputado estadual Marcelo Santos esteve na manhã desta segunda-feira (21), na sede da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), com o Secretário de Segurança do Estado, Alexandre Ramalho, e com o Delegado-Geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, além de autoridades de Santa Teresa, como o prefeito Kleber Medici, o presidente da Câmara Municipal, Vanildo Sancio, e vereadores.

“Importante polo turístico e agrícola do nosso Estado, precisamos unir forças e convergir esforços para que mantenhamos a segurança e o bem estar de quem vive ou visita a região”, disse Marcelo Santos, que preside a Comissão de Infraestrutura da Assembleia Legislativa (CoinfraES).

O parlamentar também demonstrou preocupação com a aproximação da época das colheitas na região, especialmente com a safra de café, período em que o número de homicídios no meio rural aumenta. Além disso, aos finais de semana e com a chegada do inverno, a população da cidade triplica devido ao lazer e às festividades que acontecem na região, fator que intensifica o número de crimes no município. “Em parceria com o Governador Renato Casagrande, temos levado uma série de investimentos para o município como as obras do Contorno de Santa Teresa, pavimentação do Circuito Caravaggio, da Estrada de Aparecidinha e tantas outras que melhora a infraestrutura para quem visita a cidade ou o agricultor que precisa escoar sua produção.”

O Secretário de Segurança do Estado, Alexandre Ramalho, comentou sobre o déficit de efetivo nos batalhões capixabas, mas explicou que é necessário encontrar alternativas para atender as demandas da região. “Temos o menor efetivo da Polícia Militar da série histórica e essa situação está presente em todos os batalhões e delegacias capixabas. O que temos encontrado como alternativa para atender às demandas é a Iseo (Indenização Suplementar de Escala Operacional) para que os policiais de folga atuem voluntariamente. A prefeitura pode fazer um convênio com a PM-ES e pagar essa indenização, que pode ser aplicada em eventos esporádicos ou aos finais de semana”, exemplificou o secretário.

Durante a reunião também foram propostas algumas sugestões como criar uma Guarda Civil na cidade, investir em videomonitoramento, além de constituir um Gabinete de Gestão Integrada em Segurança para pensar no tema de forma integrada, envolvendo todos os atores do Poder Público e o setor produtivo.

O Delegado-Geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda, comentou que há a previsão de disponibilização de delegados para Santa Maria de Jetibá e Santa Leopoldina, o que desafogaria a delegacia de Santa Teresa. Além disso, a Polícia Civil irá viabilizar o serviço de teleflagrante na Regional do município, operando 24h, agilizando o serviço policial. A previsão é que o serviço seja implementado até a metade do ano.

Para o presidente da Câmara Municipal, a presença policial na cidade, vai contribuir com o turismo. “Sabemos que a deficiência no número de policiais é a realidade em todo o Estado, mas uma reunião contando com a presença da Câmara e da prefeitura, demonstra que a segurança é uma prioridade no município e precisamos pensar de forma coletiva.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*