Sejus entrega cobertores e tapetes ao Asilo dos Idosos de Vitória

today14 de maio de 2019
remove_red_eye49

Cerca de 80 cobertores e dez kits de tapetes diversos foram entregues na tarde desta terça-feira (14) ao Asilo dos Idosos, localizado no bairro Ilha de Monte Belo, em Vitória. Os itens, doados pela Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), são produzidos por 58 detentos que fazem parte do projeto Atelier Sonho de Liberdade, da Penitenciária Estadual de Vila Velha II, no Xuri. Para a confecção das peças, o projeto utiliza matéria-prima descartada das fábricas de costura responsáveis pela produção dos uniformes do sistema penitenciário.

Para a subsecretária de Ressocialização da Sejus, Roberta Ferraz, a entrega é um demonstrativo do alcance dos objetivos do sistema prisional. “Toda pessoa privada de liberdade já está pagando pelos seus erros. Na Sejus, buscamos ir além do cumprimento da pena: queremos ajudar os internos a resignar valores e incentivá-los a contribuir com a sociedade. Com a oferta de trabalho alcançamos esse objetivo e promovemos qualificação para utilização da mão de obra de detentos”, disse.

Com isso, explicou Roberta Ferraz, é gerada autossuficiência e economia para o Estado, além de entregas para a sociedade. “Proporcionar esse retorno à sociedade, principalmente quando falamos de pessoas em situação de vulnerabilidade, traz satisfação para os internos envolvidos no projeto e para a Sejus”, ressaltou.

O diretor do asilo, João Ângelo Batista, destaca a importância da doação. “Com muita alegria recebemos esses produtos confeccionados pelos presos. A gente sabe que é importante para eles, porque dá ocupação, e é importante para nós, que recebemos itens utilizados diariamente no cuidado e atenção com nossos idosos”, afirmou.

Doação de alimentos
Além dos cobertores e kits de tapetes, o Asilo dos Idosos também recebeu doação de alimentos cultivados na Penitenciária Agrícola do Espírito Santo (Paes). Cerca de mil espigas de milho, além de uma caixa de maracujá e ervas medicinais, cultivados e colhidos por internos, foram entregues à instituição.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*