Sérgio Vidigal comemora redução da tarifa de pedágio da BR-101

today2 de outubro de 2019
remove_red_eye298

O deputado federal Sérgio Vidigal (PDT-ES), que é coordenador da Comissão Externa sobre a Fiscalização da Concessionária Eco101, comemorou a redução de 11,72% no pedágio da BR-101, nesta quarta-feira (1º).

Isso significa uma redução de até R$ 0,50 na tarifa cobrada nas sete praças de cobrança da rodovia.

“Vamos continuar trabalhando para que os capixabas não sejam prejudicados e que a empresa pare de descumprir o contrato e atrasar as obras”, disse o deputado.

A diminuição já havia sido anunciada durante audiência da Comissão Externa que Fiscaliza as Obras da BR-101, em agosto. “Compromisso firmado, compromisso assumido e cumprido. A tarifa do pedágio da BR-101 vai ser reduzida!”

Comissão
A comissão externa tem realizado audiências públicas de forma a ouvir os órgãos envolvidos e buscar medidas que dizem respeito à redução do pedágio e a duplicação da BR-101.

Descumprimento do contrato
Vidigal comenta que, de posse do relatório final da Comissão Externa da última legislatura, verificou-se que a Eco-101 duplicou até agora apenas 18 km do trecho rodoviário que assumiu. O que corresponde ao cumprimento de apenas 8% do contrato firmado, que previa a duplicação de 200 km no prazo de seis anos.

“Todos nós temos a convicção de que a concessão é importante para o nosso Estado, porque a BR-101 é a principal via de escoamento das nossas produções. Então, o que está sendo discutido desde o início é o cumprimento daquilo que foi contratado e se o preço que está sendo pago pelo usuário é um preço justo. Eu creio que nós nos ateremos a isso. Mas entendemos também que o que está sendo discutido se a gente conseguir modular nossa concessão, que ela possa servir de referência para as outras concessões.”

Outras ações
Recentemente, o deputado federal Sérgio Vidigal (PDT-ES) conseguiu aprovar duas indicações, que recomendam mudanças na revisão quinquenal da concessão da BR-101.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*