Deputado quer plenário aberto para estudante apresentar trabalhos

today24 de setembro de 2020
remove_red_eye84

Abrir as portas da Assembleia Legislativa para que os estudantes possam apresentar estudos e trabalhos relativos aos seus cursos. Essa é a proposta do deputado estadual Bruno Lamas (PSB), protocolada no Legislativo estadual, com objetivo de incentivar a educação e estreitar a relação do parlamento com acadêmicos e a sociedade em geral.

Por meio da criação da Tribuna Acadêmica, cujo objetivo é permitir o uso do plenário por parte de estudantes devidamente matriculados em instituições de ensino reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) e/ou do Conselho Estadual de Educação, o parlamentar quer abrir o espaço para que os acadêmicos possam apresentar seus estudos e trabalhos no Legislativo estadual.

Segundo o projeto de resolução, os estudantes farão uso da Tribuna Acadêmica por meio de indicação de qualquer deputado ou a partir de inscrição própria, observando-se o previsto no regimento interno da Assembleia Legislativa, principalmente no que se refere às regras sanitárias durante a pandemia.

Assim, a cada trimestre, os estudantes indicados ou inscritos por iniciativa própria terão prioridade sobre os indicados para a já existente Tribuna Popular, devendo ser observada a ordem de indicação ou de inscrição.

Caberá à Assembleia Legislativa, por meio de seu portal de internet, dar ampla divulgação as tribunas Popular e Acadêmica, indicando os respectivos regramentos, datas e formas de participação.

“Tal projeto tem por objetivo incentivar a educação no nosso Estado, uma vez que oportunizará aos estudantes, por meio da Tribuna Acadêmica, o debate de suas teses e aprofundamento dos seus conhecimentos, tornando assim o processo legislativo muito mais rico e participativo, com um ganho fundamental para toda a sociedade capixaba”, justificou Bruno Lamas.

Segundo ele, a produção dos trabalhos acadêmicos é de inquestionável qualidade, o que poderá trazer conhecimento e soluções novas aos trabalhos da Assembleia Legislativa e até mesmo ao Executivo Estadual.

O parlamentar também reforça que cabe ao parlamento “trazer a sociedade para participar de importantes debates, bem como interagir com os parlamentares”.

A proposta ainda passará pelas comissões da Casa antes de ser votada pelos deputados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*