Secretário estadual confirma concurso com 40 vagas para delegado substituto da Polícia Civil

today3 de maio de 2021
remove_red_eye158

O secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Alexandre Ramalho, informou que, tendo em vista a indicação do deputado estadual Bruno Lamas (PSB) para abertura de 100 vagas para o cargo de delegado substituto da Polícia Civil ainda no primeiro semestre deste ano, o governo do Estado irá atender parcialmente o pedido com a liberação de 40 oportunidades.

O cargo de delegado tem exigência de bacharelado em Direito, e três anos de prática forense após a conclusão do curso de Direito. Ou ainda três anos de atividade policial, em qualquer instituição de segurança pública devidamente comprovada. As remunerações iniciais são de R$ 10.058,56, com jornadas de trabalho de 40 horas semanais, em dedicação exclusiva.

A informação de que o concurso está confirmado foi repassada ao gabinete do parlamentar por meio de ofício. Nele, Ramalho explica que “a Polícia Civil realizou um Termo de Ajustamento de Conduta com o Ministério Público visando à realização de certame público para delegado de Polícia Civil (PC)”. “A PC ressalta ainda que existe autorização do governo do Estado para preenchimento de 40 vagas para o referido cargo”, garante Ramalho.

Bruno, por sua vez, reforça que o objetivo é contribuir com a redução dos assaltos à mão armada, furto de veículos e roubos a residências e ao comércio em geral e que, neste sentido, o aumento do efetivo é fundamental, uma vez que as delegacias estão sem profissionais. “Daí a importância do concurso ser realizado com rapidez”, cobrou.

O secretário também respondeu à indicação em que Bruno requer o aumento do efetivo da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), na Serra, em no mínimo 50%. Em resposta, a Polícia Civil afirma que o aumento de efetivo se mostra necessário, entretanto, no momento a instituição não dispõe de policiais para aumentar o efetivo da DHPP sem prejudicar outras unidades policiais, que são igualmente importantes.

“Ademais, a PC-ES ressalta que todos os esforços estão sendo realizados para o encerramento do concurso público para quadros da instituição e, assim que concluído, será realizada a distribuição dos servidores, visando atender de forma proporcional às demandas existentes”, frisou, também por ofício.

Após anulação do edital do concurso de 2019, o governador Renato Casagrande (PSB) anunciou que o concurso da PC tem orçamento aprovado e deve ser realizado em 2021. O edital pode sair no primeiro semestre deste ano.

O anúncio do governador ocorreu no dia 05 de outubro de 2020, após uma reunião com a cúpula da Segurança Pública. Estarão abertas, além de delegado, vagas para escrivão, auxiliar de Perícia/médico legal, médico legista, investigador de Polícia, perito oficial criminal, psicólogo e assistente social. As carreiras são de níveis médio e superior.

Foto: Assessoria parlamentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*