ANCHIETA | Ação para combate a mosquitos na região do rio Una

today6 de agosto de 2022
remove_red_eye94

A Secretaria Municipal de Saúde de Anchieta, por meio da Coordenação de Vigilância Ambiental e de Zoonoses, vem realizando desde o final de julho uma ação de controle da proliferação de mosquitos no rio Una – manancial que corta a cidade, especificamente entre os bairros Justiça II e Portal de Anchieta.

De acordo com o coordenador da Vigilância Ambiental e do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), o médico veterinário Bruno Rediguieri, trata-se da aplicação de um larvicida biológico (ou seja, não é um veneno químico), que tem ação direta em infestações de larvas de mosquitos Aedes aegypti.

Conforme o veterinário foi a segunda de uma série de cinco aplicações, com intervalo semanal. “A aplicação é indicada para grandes locais com acúmulo de água parada. Como aquela parte do rio está com o fluxo de água parcialmente obstruído, foi indicada mais essa estratégia de combate ao vetor da dengue e de outras doenças”.

Segundo o coordenador, na mesma semana que foi iniciada a aplicação, o setor já recebeu relatos de moradores da região falando do impacto positivo da ação, reduzindo a infestação de mosquitos. “É importante salientar que não se trata do conhecido ‘fumacê’, que consiste na aplicação de inseticidas (veneno) que podem trazer prejuízos ao ambiente e à saúde das pessoas e de outros animais, como aves domésticas e abelhas, silvestres e de criação”, explica Bruno.

Diante dos incômodos gerados por infestações de mosquitos e insetos, o setor orienta para o uso de repelentes corporais e elétricos (de tomada), caso possível, roupas compridas, aplicação de telas em janelas e frestas de casa, e o fechamento das residências a partir do entardecer, período de maior atividade dos insetos.

O coordenador lembra ainda aos moradores sobre a fiscalização periódica dos quintais, calhas e caixas de água. “A ação mais importante é a inspeção e a manutenção individual dos quintais e terrenos das casas limpos, livres de lixo, entulhos, matéria orgânica e outros objetos que possam acumular água e servirem de criadouros aos mosquitos”, disse. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*