Dilma vai liberar obra do aeroporto no ES

today30 de outubro de 2014
remove_red_eye151

Até o dia 15 de dezembro a presidente reeleita Dilma Rousseff deverá ir ao Espírito Santo assinar a ordem de serviço para retomada das obras do aeroporto de Vitória. A informação é da deputada e senadora eleita Rose de Freitas (PMDB).

Ela disse que foi procurada ontem pelo Palácio do Planalto e apoia a decisão por se tratar de uma promessa e dívida do governo federal com o ES. Rose é a parlamentar da bancada federal que mais atuou pela retomada das obras do terminal capixaba desde que a obra parou.

A deputada comentou que o fato de Dilma não ter vencido a eleição no ES não tem nada haver com uma obra que é vital para o desenvolvimento do Estado, e acredita que a ida de Dilma seja justamente para cumprir um compromisso firmado durante dois governos do PT, de Lula e Dilma: “Agora finalmente a obra será retomada e concluída. Em um ano e meio teremos um novo aeroporto”, disse a deputada.

A Infraero adiou para o dia 20 de novembro, às 9 horas, a abertura de propostas apresentadas pelas empresas interessadas em realizar as obras do novo aeroporto, que terá padrão internacional.

Segundo o edital, o terminal de Vitória terá cinco pontes de embarque, 31 balcões de check-in, 2050 vagas no estacionamento e a capacidade de passageiros dobradas – de 4,8 milhões para 9,2 milhões por ano – e 28 mil metros quadrados.

A nova pista terá 2.058 metros de extensão por 45 metros de largura e será construída em direção ao mar, contribuindo em termos ambientais, com a redução dos níveis de ruídos aeronáuticos e vibrações sobre o entorno urbano do aeroporto.

O prazo estabelecido para a execução dos serviços é de dois anos e meio a partir da emissão da ordem de serviço. O processo de contratação será pelo Regime Diferenciado de Contratações (RDC), na forma eletrônica.

Entre os anos de 2011 e 2014, a empresa aeroportuária investiu aproximadamente R$ 45 milhões em projetos e obras de melhoria e modernização no Aeroporto Eurico de Aguiar Salles.

Foram concluídas as instalações de dois módulos operacionais (embarque e desembarque), a reforma do terminal de passageiros existente que permitiram a ampliação da capacidade de processamento de passageiros e a melhoria do conforto aos usuários.

Também foram construídas a nova torre de controle, uma das mais modernas do país, com 35 metros de altura e instalações amplas, que permite maior qualidade na prestação dos serviços de apoio a navegação aérea, e a nova seção contra incêndio (SCI), que ampliou a segurança das operações aéreas em solo.

Foto www.infraero.gov.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*