God of War chega ao topo dos games mais vendidos na Steam

today13 de janeiro de 2022
remove_red_eye231

Nessa sexta-feira, dia 14 de janeiro, God of War vai ficar disponível para todos os jogadores de PC na Steam. A ansiedade pelo lançamento já fez com que o game alcançasse o topo dos mais vendidos na plataforma da Valve, ficando na frente de Monster Hunter Rise Red Dead Redemption 2.

Num primeiro momento em que as notícias da popularidade do game começaram a circular, se destacava a sua conquista do segundo lugar. Mas agora o ex-exclusivo do PlayStation já conseguiu ultrapassar o game de caçar monstros da Capcom para ficar no topo dos mais vendidos.

A ascensão das vendas de God of War na Steam vem pouco tempo depois da queda do embargo para as reviews do port para o PC. O game foi lançado em 2018, então certamente quem estava interessado já tem uma boa noção se vale a pena investir ou não. O mais provável é que os jogadores de PC estavam aguardando as reviews para saber se o port foi bem feito para a plataforma, e se não enfrentariam problemas no lançamento como aconteceu com Horizon Zero Dawn.

Mas é bem interessante notar também outros vendedores do topo. Enquanto Monster Hunter Rise – também um port, dessa vez do Nintendo Switch – caiu do primeiro lugar, suas vendas estão divididas entre a versão padrão do game e a versão deluxe. RDR 2, um game bem antigo, se encontra no terceiro lugar com seus 50% de desconto. E Elden Ring, o jogo mais aguardado do ano, chega logo na próxima posição, mesmo faltando ainda um mês para seu lançamento.

As novidades de God of War para PC
Caso não esteja situado, o game traz um Kratos mais velho, maduro e pai; agora, ele procura se conectar e passar ensinamentos ao seu filho Atreus, ao mesmo tempo em que busca por redenção. O jogo pode ser considerado um reboot “leve”, já que muda a ambientação e gameplay da franquia, mas mantém a história do protagonista que já conhecemos.

No computador, a experiência vai além: em um computador de ponta, o título parece estar muito bem otimizado, sem nenhum engasgo ou sinal de screen tearing (quando a tela não consegue reproduzir as imagens na mesma velocidade que a placa de vídeo transmite, gerando linhas horizontais que distorcem a imagem).

Diferentemente do recente port de Final Fantasy VII para PC, God of War será um prato cheio para quem gosta de explorar as opções de configurações. Na seção de gráficos, é possível selecionar entre as pré-definições disponíveis — baixa, original (ou seja, a encontrada no PS4), alta e ultra — ou personalizar cada detalhe, incluindo:

– qualidade de texturas;
– qualidade dos modelos;
– filtro anisotrópico (deixa as texturas mais nítidas);
– sombras;
– reflexos;
– atmosfera (a névoa do jogo);
– oclusão de ambiente (deixa a iluminação mais realista).

A chegada do game ao PC também é uma maneira da Sony preparar o terreno para o lançamento da sequência: o aguardado God of War Ragnarok está em desenvolvimento e deve chegar ao PS4 e PS5 ainda em 2022. Este será o último jogo da franquia na mitologia nórdica.  

fontes tecmundo.com.br e canaltech.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*