Parceria com Tamar avalia mais de 3,4 mil tartarugas verdes

today25 de setembro de 2014
remove_red_eye244

Mais de 3,4 mil tartarugas verdes já foram avaliadas desde que a ArcelorMittal Tubarão firmou uma parceira pioneira com o Projeto Tamar. Graças ao convênio de cooperação técnica firmado em 2000, a instituição, que luta pela preservação de tartarugas marinhas, pode fazer a pesquisa da biometria e do crescimento, dos padrões migratórios, do perfil hematológico e condições de saúde de milhares de tartarugas-verdes (Chelonia mydas), que passam pelo afluente da produtora de aço, em Serra, em busca de alimento e abrigo.

A partir da captura, feita na maioria das vezes por tarrafas, os animais recebem uma marcação nas nadadeiras anteriores, inferindo seu peso, o cumprimento e a largura de sua carapaça. Também passam por exames corporais, dorsais para prevenção e tratamento de tumores.

Todas as tartarugas capturadas nesses anos de estudo têm apresentado bom estado de saúde e nutrição, atestando a qualidade do efluente industrial da empresa, único ponto de captura e estudo dessa espécie de tartaruga no Estado. Dentre as razões para esses animais buscarem o local estão as águas calmas e mornas, onde podem se refugiar em segurança e com alimentação de algas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*