Polícia Civil prende suspeito de assassinar jovem na porta de boate em Marataízes

today6 de novembro de 2014
remove_red_eye419

Policiais civis da Delegacia de Polícia (DP) de Marataízes, em conjunto com uma equipe de policiais da 7ª Delegacia Regional de Cachoeiro de Itapemirim, realizaram uma ação, na tarde do dia 05 de outubro, e cumpriram o mandado de prisão temporária do suspeito de assassinar Douglas Martins Waiandt, 22 anos.

O crime aconteceu na madrugada do dia 19 de outubro, em frente a uma boate em Marataízes.

De acordo com o responsável pela ação e titular da DP de Marataízes, delegado Luiz Pascoal, as investigações apontaram W. S. S., 21 anos, como autor do crime. Ele foi preso em casa, no bairro São Lucas, em Cachoeiro de Itapemirim, por meio de um mandado de prisão temporária de 30 dias. “Ao ser interrogado, o suspeito confessou que matou Douglas. Ele alegou que a vítima mexeu com a esposa dele na saída da boate”, contou o Pascoal.

Durante o depoimento, o suspeito contou que efetuou seis disparos com um revólver calibre 32 contra Douglas. “Ele ainda disse que um amigo que o acompanhava efetuou mais um disparo com outra arma do mesmo calibre para dispersar as pessoas que estavam chegando ao local do crime e também para que eles pudessem fugir do local”, afirmou o delegado.

Segundo as informações do responsável pelo caso, após o crime, W. S. S. e os dois casais que o acompanhavam abandonaram o veículo no alto de Marataízes, pegaram um táxi e foram para Cachoeiro de Itapemirim. “Lá ele ficou sabendo da notícia da morte de Douglas. Ele disse que não conhecia a vítima e que não era conhecida nem de seus amigos”, declarou.

Luiz Pascoal também pediu à Justiça um mandado de busca e apreensão que foi concedido e cumprido na residência do suspeito, onde foi encontrada uma espingarda calibre 12 com munições. “As investigações irão prosseguir com intuito de se apurar outras participações no crime”, garantiu o delegado.

W. S. S. foi conduzido até o plantão da 7ª Delegacia Regional de Cachoeiro de Itapemirim onde foi  autuado, em flagrante, por posse ilegal da arma de fogo, e depois encaminhado para o Centro de Detenção Provisória de Marataízes (CDP).

Fonte Assessoria de Comunicação da Polícia Civil
Foto Marcos Kito

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*