Marina vence Dilma no segundo turno, segundo o Datafolha

today19 de agosto de 2014
remove_red_eye138

Segundo o levantamento Datafolha de intenções de voto, Marina tem 47% contra Dilma de 43%. Inicialmente inscrita como vice na chapa de Eduardo Campos, o presidenciável do PSB morto no último dia 13, a ex-ministra tem um desempenho que afasta a chance de a eleição ser resolvida no primeiro turno.

A morte de Eduardo Campos mudou todo o cenário na corrida presidencial. A primeira pesquisa realizada após a fatalidade teve os números alterados.

Na simulação de segundo turno, Marina Silva (PSB) supreende e tem 47% das intenções de voto, contra 43% da atual presidente, Dilma Rousseff (PT). Contra Aécio Neves (PSDB), Dilma venceria o segundo turno por 47% a 39%.

A hipótese de conclusão da eleição no primeiro turno é afastada porque Marina surgiu com quase o triplo das intenções de voto em Campos (8%).

Na comparação direta entre o cenário atual, com Marina, e o cenário anterior, com Campos, caíram de forma notável os percentuais de eleitores sem candidato.

Intenções de voto nulo ou em branco eram 13%. Com Marina candidata, essa taxa recuou para 8%. Indecisos eram 14% e agora são 9%.

Os dados da atual pesquisa combinam com esse tipo de interpretação. Muitos que pensavam em fazer um voto de protesto (anular), ou estavam com dificuldade para escolher, vão de Marina se essa opção estiver ao alcance.

Rejeição
O instituto também apurou a rejeição dos três principais candidatos na disputa presidencial. A presidente Dilma Rousseff tem a maior taxa de rejeição: 34% dos eleitores dizem que não votariam nela de jeito nenhum. A taxa de rejeição de Aécio Neves (PSDB) é de 18% e de Marina Silva (PSB), 11%.

Na pesquisa anterior, divulgada no início de julho, quando Eduardo Campos (PSB) figurava entre os candidatos, a taxa de rejeição de Dilma era de 35%. Aécio tinha 17% e Campos, 12%.

O levantamento do Datafolha foi feito entre 14 e 15 de julho, com 2.843 eleitores em 176 municípios do País. A pesquisa foi registrada no TSE sob o protocolo BR-00386/2014 e tem margem de erro máxima de 2 pontos porcentuais e nível de confiança de 95%.

Fonte Estadão Conteúdo
Foto www.tribunahoje.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*