Governador inaugura sede da Secretaria das Mulheres e lança novo programa

today8 de maio de 2024
remove_red_eye273

O governador do Estado, Renato Casagrande, inaugurou nesta quarta-feira (08), a nova sede da Secretaria Estadual das Mulheres (SESM), localizada no bairro Santa Lúcia, em Vitória. Durante a agenda, foi lançado o “Programa Mulher Viver +”, uma estratégia dentro do Estado Presente em Defesa da Vida que reúne, de forma integrada em único eixo, diversas ações e projetos voltados para as mulheres do Espírito Santo.

Baseado nas premissas fundamentais como transversalidade, intersetorialidade, regionalização, interseccionalidade, participação, entre outras, o “Mulher Viver +” tem como objetivo geral enfrentar todas as formas de violência contra mulheres e meninas e promover a igualdade de gênero, articulando políticas públicas de forma transversal e intersetorial, como forma de alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

O “Mulher Viver +” atualmente articula 17 projetos estruturados voltados para políticas públicas para as mulheres. O programa é executado pela Secretaria Estadual das Mulheres, que tem o papel de coordenar ações e iniciativas que possibilitem a melhor integração dos projetos, com respostas e entregas efetivas para a sociedade como um todo.

“O Estado do Espírito Santo está cada vez mais organizado para enfrentar os seus desafios. Destaco a importância da criação e a existência da Secretaria das Mulheres. Em todos os meus mandatos tivemos políticas de proteção à sociedade, principalmente aos segmentos mais vulneráveis. Colocamos em prática o Programa Estado Presente em Defesa da Vida. Além disso, temos diversos programas voltados para a proteção às mulheres, porém, a tarefa é ainda maior, pois ainda têm pessoas que acham que as mulheres são suas propriedades”, pontuou o governador, acompanhado pela primeira-dama Maria Virginia Casagrande.

Casagrande reforçou que não falta disposição do Governo do Estado de enfrentar esses desafios e romper com essa cultura de violação aos direitos das mulheres: “A SESM vai liderar o Mulher Viver + dentro do Estado Presente em Defesa da Vida. É um programa relacionado à educação, à independência financeira, entre outros temas. Neste universo, destaco iniciativas nossas, como o QualificarES Mulheres e o Núcleo Margaridas. O Estado deve oferecer os instrumentos de proteção às mulheres e aos segmentos mais vulneráveis.”

Coordenado pela Secretaria de Economia e Planejamento (SEP), o Programa Estado Presente em Defesa da Vida tem por objetivo promover a segurança pública por meio de estratégias integradas e articuladas de enfrentamento à violência, proteção e defesa social. São diversas ações estratégicas de prevenção e proteção social a partir de projetos que viabilizam a promoção da cidadania, acesso a serviços básicos; bem como redução de riscos e vulnerabilidades sociais em regiões historicamente marcadas pela violência e exclusão social, com desdobramentos positivos para a sociedade capixaba.

Nova sede
A inauguração da nova sede proporciona um espaço físico adequado e funcional para as atividades da SESM na promoção dos direitos das mulheres, no combate à violência de gênero e na promoção da igualdade em todas as áreas. O espaço está localizado no prédio anexo à Junta Comercial do Espírito Santo (Jucees), na Av. Nossa Senhora da Penha, 1915, em Santa Lúcia, na Capital.

“Essa nova sede não é apenas um prédio, mas o símbolo do nosso compromisso em dar um espaço dedicado e acolhedor para todas as mulheres do nosso Estado. A SESM foi uma conquista das mulheres capixabas, e com apenas um ano de Secretaria, podemos seguir com essa nova casa. Além disso, é uma alegria fazer parte do Programa Mulher Viver +, uma ação fundamental para ampliação e implementação de políticas públicas para as mulheres”, afirmou a secretária de Estado das Mulheres, Jacqueline Moraes.

A subsecretária de Estado de Políticas para Mulheres, Sônia Damasceno, lembrou que a secretaria é um farol de esperança e transformação para todas as mulheres do Estado. “Nossa missão é clara: garantir que todas as mulheres tenham voz, oportunidades e dignidade. E esta sede será o epicentro de nossos esforços para alcançar essa meta. Além disso, esta nova sede será um ponto de encontro para a colaboração e ação coletiva. Somente juntos podemos criar uma sociedade mais justa e inclusiva para todas e todos.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*