Quiropraxia tem riscos? Saiba a importância de buscar um bom profissional

today23 de maio de 2024
remove_red_eye200

A quiropraxia pode ajudar a trazer melhoras incríveis, mas precisa ser feita por um profissional qualificado para isso, afirma o fisioterapeuta José Ordenes

Dores do joelho, do pescoço, na coluna, etc., podem afetar bastante a qualidade de vida tanto pelo desconforto, quanto por limitar os movimentos. Mas cada vez mais técnicas importantes têm se popularizado para ajudar a tratar esse tipo de problema, como é o caso da quiropraxia.

A Quiropraxia é um conjunto de técnicas de manipulação das articulações para restaurar e manter a saúde através do alinhamento da coluna vertebral e as articulações de membros. 

De acordo com o fisioterapeuta José Ordenes, a técnica ajuda a melhorar bastante as dores e a mobilidade do paciente.

“Não é à toa que a quiropraxia se popularizou tanto nos últimos anos, ela é altamente eficaz na redução da dor e na melhoria da mobilidade dos pacientes. Os ajustes quiropráticos permitem aliviar a dor por meio de estimular os analgésicos internos do corpo do paciente, o que não só reduz a dor, mas também melhora na mobilidade e na percepção de bem estar corpo”, afirma.

Quiropraxia traz riscos?
Muitas pessoas ficam impressionadas com os vídeos que circulam pela internet sobre práticas de quiropraxia, mas os ‘estalos’ tradicionais da técnica não são perigosos e sim benéficos, mas sempre quando são feitos por profissionais qualificados.

“Qualquer técnica de fisioterapia e reabilitação precisa ser realizada por um profissional qualificado e experiente para ter bons resultados, se ela for feita por pessoas leigas no tema podem trazer problemas e acabar piorando a situação, principalmente quando se trata de articulações mais sensíveis”.

“A aplicação correta, frequência e intensidade são essenciais para bons resultados e para evitar complicações. Um quiropraxista experiente tem o conhecimento necessário para realizar ajustes com precisão, garantindo alívio de forma segura. Por isso, sempre busque por um profissional qualificado”, alerta José Ordenes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*