Restauro da Igreja de Araçatiba: preservação do patrimônio histórico capixaba

today21 de março de 2022
remove_red_eye186

O vice-líder do Governo na Câmara, deputado Evair de Melo, representou o Governo Federal no ato oficial.

Erguida pelos jesuítas no Século VIII, a única edificação ainda de pé entre as ruínas remanescentes da antiga Fazenda de Araçatiba, distrito rural de Viana, é a Igreja Nossa Senhora da Ajuda, que foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) em 1950. Após longos anos de espera, a igreja – que pertence ao acervo histórico do Estado do Espírito Santo –, foi contemplada, na manhã desta segunda-feira (21), com o início dos trabalhos que fazem parte do seu projeto de restauração: mais uma conquista do Governo Federal fomentada com recursos captados por Edital do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O vice-líder do Governo na Câmara, deputado Evair de Melo, foi quem representou o Governo Federal no ato oficial em prol da preservação de mais este patrimônio histórico e cultural do povo capixaba. A solenidade de restauro da Igreja de Araçatiba contou, também, com a presença do Arcebispo de Vitória, Dom Dario Campos; do Governador do Estado, Renato Casagrande; do prefeito de Viana, Wanderson Bueno; dos patrocinadores (BNDES/EDP/VALE) e do Instituto Modus Vivendi, que assina o projeto. Inúmeras outras autoridades estaduais e municipais, além de lideranças locais e órgãos da imprensa, prestigiaram o acontecimento.

Segundo o deputado Evair, o restauro da Igreja de Araçatiba envolve R$ 4 milhões em investimentos captados por Edital do BNDES e faz parte de um projeto de preservação que também inclui o restauro da Igreja dos Reis Magos, na Serra – cuja Ordem de Serviço será assinada no próximo dia 31 –, e que já contemplou o Santuário Nacional São José de Anchieta, com investimentos de R$ 10,5 milhões. Em Anchieta, o projeto já foi concluído e o espaço foi transformado no “Museu de Anchieta”, um patrimônio à altura de sua importância histórica, cultural e religiosa.

TRABALHO FOI INICIADO EM 2015
“As sementes pela preservação do patrimônio histórico e cultural capixaba que plantamos e fertilizamos em 2015 – a partir da restauração do Santuário de São José de Anchieta – vingaram, se fortaleceram e continuam dando bons frutos. Prova disso é o início dessas obras de restauro na Igreja de Araçatiba, mais um projeto que defendemos junto ao Governo Federal, ao IPHAN, ao BNDES e também junto aos patrocinadores da iniciativa privada. Este projeto também faz parte da nossa luta para defender a memória da nossa gente e a história do nosso Estado”, comemorou o deputado federal Evair de Melo.

Segundo ele, o tempo de duração do restauro da Igreja de Araçatiba será de dois anos. O deputado informou, ainda, que além da restauração, o monumento receberá um “Centro Interpretativo” para permitir ao público conhecer melhor a sua história, a partir da interatividade.

OBRAS DE MANUTENÇÃO DO CONVENTO SERÃO CONCLUÍDAS ATÉ A FESTA DA PENHA
As ações e articulações em defesa do patrimônio histórico do Espírito Santo que o deputado Evair realiza desde o seu primeiro mandato, também viabilizaram recursos por meio de emenda parlamentar de sua própria autoria –  recursos já empenhados, no valor de R$ 400 mil –, para execução de obras de manutenção no conjunto arquitetônico e paisagístico do Convento da Penha, em Vila Velha.

“Símbolo do Espírito Santo, este patrimônio histórico é formado pelo Outeiro, Convento e Igreja de Nossa Senhora da Penha. As obras de manutenção estão em andamento e serão concluídas a tempo de receber os milhares de fiéis que todos os anos participam da programação da Festa da Penha, a terceira maior festa religiosa do Brasil e, também, a mais antiga, celebrada deste 1570”, destacou Evair de Melo, vice-líder do Governo na Câmara dos Deputados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*