Sistema Findes amplia investimentos no Espírito Santo

today26 de janeiro de 2015
remove_red_eye163

O presidente do Sistema Findes, Marcos Guerra, divulgou em coletiva de imprensa no último dia 20 a ampliação do maior Plano de Investimentos da história da Federação das Indústrias do Estado do Espírito Santo.

Anunciado em R$ 150 milhões no ano passado, o montante que será utilizado em novas obras, reformas e na modernização do Sistema Findes elevará o valor total para R$ 200 milhões no mesmo período – até 2017. Do total investido, 82% estão destinados à educação.

Uma das principais novidades do Plano de Investimentos é o Instituto Senai de Tecnologia (IST), investimento de R$ 30 milhões, com uma estrutura inédita no Espírito Santo. “O IST vai contribuir para a transformação do perfil da nossa indústria, com foco na prestação de serviços para o setor metalmecânico. Estamos investindo em inovação, ampliando nossa participação nas cadeias globais de valor, buscando ter mais competitividade e produtos de maior valor agregado”, enfatiza Guerra.

Durante a coletiva, o presidente detalha que R$ 62 milhões estão sendo empregados para a aquisição de máquinas, equipamentos, computadores e unidades móveis. O investimento é parte do trabalho de modernização dos laboratórios. “Nossas salas de aula precisam estar tão modernas quanto as indústrias. Queremos gerar profissionais que dominem o que há de melhor no mercado, entendam os processos e saibam inovar no ambiente de trabalho”, argumenta.

Pensando nesse conceito, Marcos Guerra anuncia a construção de um Senai Centromoda em Araçás, Vila Velha, nos mesmos moldes da unidade entregue em 2014 ao município de Colatina – fruto de um investimento de R$ 4 milhões. Com a configuração de uma minifábrica têxtil, o ambiente prepara os alunos para a vivência do dia a dia nas indústrias de vestuário, formando profissionais de diferentes especialidades com o apoio de maquinário de última geração.

O Plano de Investimentos do Sistema Findes também prevê a construção de novas unidades de ensino e a ampliação das já existentes: as obras em andamento por todo o Estado totalizam R$ 51,5 milhões. Em Anchieta e Cachoeiro de Itapemirim, estão sendo construídos novos Centros Integrados, enquanto os municípios de Aracruz, Serra, Vila Velha, Colatina e Linhares recebem diversas melhorias nas estruturas de educação, cultura, esporte e lazer disponíveis.

Interiorização
Visando a desenvolver as indústrias no interior do Estado e fortalecer os setores produtivos de todas as regiões, o Sistema Findes ampliará sua presença nos municípios capixabas. Atualmente, 55 cidades (70% do território capixaba) são beneficiadas diretamente pelas ações de educação, saúde, cultura e lazer realizadas pela entidade. Em 2015, novos projetos serão interiorizados, a exemplo do Programa de Saúde e Segurança do Trabalhador (SST), desenvolvido por meio do Sesi.

Quatro novas unidades de atendimento serão estabelecidas, em Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Linhares e Serra, aumentando em 27% o valor destinado às ações de SST. Em 2015, R$ 23 milhões serão aplicados no setor, possibilitando a criação de novos polos de assessoramento para os principais setores produtivos. O objetivo da ampliação é suprir a demanda por atendimento e levar qualificação e treinamento para as indústrias do interior do Estado.

Também serão criadas sete novas Diretorias Regionais do Sistema Findes, em Barra de São Francisco, Cariacica, Guaçuí, Santa Maria de Jetibá, Serra, Vila Velha e Vitória. Com a mudança, sobe para 15 o número de bases de apoio às indústrias. Atualmente, o Sistema Findes conta com oito Diretorias Regionais: Anchieta, Aracruz, Cachoeiro de Itapemirim, Colatina, Linhares, Nova Venécia, São Mateus e Venda Nova do Imigrante. “Com a mudança, a Federação das Indústrias investe para descobrir novas potencialidades e fomentar o desenvolvimento industrial em todas as regiões do Espírito Santo”, conclui Guerra.

Por Ascom Findes

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*