DHPP Cariacica identifica suspeitos de envolvimento no triplo homicídio em Santa Rosa

today5 de janeiro de 2021
remove_red_eye165

A equipe da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cariacica identificou três adultos e um adolescente como suspeitos de envolvimento no crime que matou três pessoas e feriu outras duas, ocorrido no último sábado (02), em Santa Rosa, na região de Flexal, em Cariacica. A informação foi divulgada em entrevista coletiva concedida na tarde desta terça-feira (05), na Chefatura de Polícia Civil.  

As investigações apontam que o crime está relacionado à disputa entre grupos criminosos rivais, ligados ao tráfico de drogas. Os suspeitos identificados são ligados à organização criminosa que atua no Morro do Quiabo, em Porto Novo, no mesmo município, e são conhecidos pela extrema violência que caracteriza seus ataques.

“Uma característica dessa organização criminosa é matar a qualquer preço, seja quem for, e a qualquer hora. Eles não estão preocupados em identificar os seus alvos. Estão preocupados, tão somente, em mostrar o poder de fogo e, para isso, eles matam até mesmo pessoas inocentes. É de uma irracionalidade grande”, disse o delegado-geral da Polícia Civil, José Darcy Arruda.  

As investigações apontam que o ataque foi uma retaliação a um homicídio ocorrido dias antes. “No dia 31 de dezembro, os criminosos que controlam o tráfico em Santa Rosa efetuaram um ataque aos criminosos do Morro do Quiabo. No dia dois, os criminosos do Morro do Quiabo resolveram fazer uma retaliação e se dirigiram até o bairro Santa Rosa à procura de criminosos daquele bairro. Como eles não encontraram, começaram a abordar pessoas aleatórias que passavam pela rua”, explicou o adjunto da DHPP Cariacica, delegado Fabiano Alves. 

Segundo os levantamentos da DHPP Cariacica, cinco pessoas participaram do ataque. Primeiro, eles abordaram três homens que estavam consertando um veículo e os agrediram. Durante as agressões, dois homens passaram em uma moto e também foram abordados pelo grupo criminoso, porém tentaram fugir. Os criminosos, então, efetuaram disparos que atingiram cinco pessoas, levando três a óbito. 

Os maiores identificados têm mandados de prisão em aberto e são considerados foragidos. O adolescente tem 17 anos. O delegado Fabiano Alves informou, ainda, que os indivíduos são investigados em outros inquéritos que tramitam na DHPP Cariacica e um deles é considerado chefe do tráfico no Morro do Quiabo. As investigações continuam em andamento e a população pode contribuir com informações sobre o paradeiro dos suspeitos.

“Eu peço aqui a ajuda da sociedade. Que façam denúncias pelo 181 e nos ajudem a identificá-los e a localizá-los, para que possamos tirar essas pessoas do seio da sociedade. Temos que prendê-los o mais rápido possível”, afirmou Arruda.

Por Camila Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*