Escola Viva: matrículas abertas até o dia 21 de julho

today14 de julho de 2015
remove_red_eye217

Estudantes do Ensino Médio da rede estadual que desejam ingressar na primeira unidade do Programa Escola Viva devem ficar atentos aos prazos de matrícula. As solicitações de transferência continuam abertas e podem ser realizadas até o dia 21 de julho, pelo site da Sedu – www.sedu.es.gov.br, no banner “Matricule-se Escola Viva São Pedro” ou nas unidades escolares da Grande Vitória.

Foram abertas 480 vagas, para o segundo semestre, sendo 160 vagas para o 1º ano, 160 vagas para o 2º ano e 160 vagas para o 3º ano. Aproximadamente 300 estudantes já garantiram suas vagas na primeira unidade, o Centro Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral São Pedro, que será implantada na região da Grande São Pedro, em Vitória. As atividades terão início no dia 27 de julho.

Somente os estudantes regularmente matriculados na rede pública estadual das escolas que ofertam o Ensino Médio poderão solicitar transferência de vaga para o Centro Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral São Pedro.

A distribuição das vagas segue os mesmos critérios já adotados pela rede estadual, em ordem de prioridade: aluno com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação; aluno que reside próximo à escola pleiteada e aluno com menor idade.

É importante ressaltar que todas as ações do processo de matrícula devem ser acompanhadas pelos pais/responsável ou pelo próprio aluno, se maior de idade.

Equipe Escolar
A equipe escolar que irá atuar na primeira unidade da Escola Viva, o Centro Estadual de Ensino Médio em Tempo Integral São Pedro, já está formada e capacitada para o início das atividades.

Os professores, os coordenadores e o diretor da unidade participaram, na última semana, de uma formação específica, com carga horária de 40 horas, que contou com palestras e dinâmicas, com objetivo de apropriação das bases teóricas, metodológicas e de gestão que irá fundamentar toda a implantação do Programa Escola Viva na rede estadual.

Os professores que atuarão na Escola Viva terão regime de dedicação plena, de 40 horas semanais, por meio de extensão de carga horária especial, em período diurno, totalmente cumpridas no interior da escola, com carga horária multidisciplinar ou de gestão especializada.

A Escola Viva terá um currículo diversificado, com organização curricular flexível. O currículo escolar contará com as disciplinas obrigatórias (Português, Matemática, Química, Física e etc.) e também eletivas, em que os estudantes irão escolher de acordo com seu interesse e aptidão. A escola disponibilizará um rol de disciplinas eletivas como Cinema, Teatro, Sustentabilidade, Robótica, entre outras, oferecidas semestralmente.

Escola Viva
Mais do que uma escola em tempo integral, a Escola Viva é um novo modelo de Ensino Médio em turno único, que traz inovações pedagógicas e de gestão, orientando o jovem a ser protagonista e a construir seu projeto de vida.

O programa Escola Viva terá um conjunto de inovações: acolhimento aos estudantes, às equipes escolares e às famílias; avaliação diagnóstica/nivelamento; disciplinas eletivas; salas temáticas; ênfase prática sem laboratórios; tecnologia de gestão educacional; tutoria; aulas de projeto de vida; aulas de práticas e vivências em protagonismo; aula de estudo orientado; aprofundamento de estudo (preparação acadêmica/mundo do trabalho).

Além da estrutura diferenciada e do currículo inovador, na Escola Viva os profissionais terão dedicação integral e o tempo que o aluno permanece na escola será de 9 horas e 30 minutos. A carga horária será das 7h30 às 17 horas, sendo 1h20 minutos para o almoço e dois intervalos de 20 minutos para o lanche, ofertados dentro da escola.

Foto Romero Mendonça

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*