Festa do Imigrante leva milhares de pessoas para Alto Pongal

today8 de setembro de 2014
remove_red_eye1700

A comunidade de Alto Pongal, em Anchieta, reviveu um capítulo importante da história do Município, no último final de semana. A saga dos imigrantes italianos em solos anchietenses foi relembrada na IX Festa da Imigração Italiana e X Caminhada “Os Passos dos Imigrantes”. Os eventos aconteceram no sábado (06) e domingo (07) e foram considerados um verdadeiro sucesso pelos participantes e contaram com recorde de público de todas as outras edições.

Anchieta

{E054C72C-51A5-DAEE-8DEC-4C8BADDE02CD}

 

A festa em homenagem a imigração italiana foi promovida pela Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Turismo, Comércio e Empreendedorismo. A programação do 1º dia teve início no sábado (6), às 6h30 com um café da manhã, na Praça dos Imigrantes, em Porto de Cima.

Depois de se deliciarem com uma grande variedade de frutas, sucos e pães, o público presente se aqueceu participando de danças típicas italianas. Terminado o momento de descontração um alongamento foi realizado com quem ia participar da X Caminhada dos Passos dos Imigrantes e às 7h da manhã, após a bênção dos Andarilhos, começou a caminhada propriamente dita.

Foram quase 4 horas de muitos “Passos”, onde centenas de caminhantes, entre visitantes, populares e autoridades não se intimidaram e com ânimo e determinação seguiram por Arerá, Emboacica e, por fim, Simpatia, onde foi encerrado o primeiro dia de caminhada.

Na chegada, os andarilhos foram recepcionados com mais alongamentos, receberam massagens e todo tipo de atendimento por parte de fisioterapeutas. O almoço foi ao som de forró. Após se alimentar, divertir e principalmente descansar, um ônibus fornecido pelo governo municipal levou os participantes da caminhada de volta para a Cidade.

A programação da noite de sábado foi toda em Alto Pongal e começou com a realização de uma Missa Campal, na área da Festa. Centenas de fiéis assistiram a uma celebração que remeteu as que eram realizadas em épocas da imigração com os italianos. Exemplo disso foi a chegada do padre ao local das missas, que era feito a cavalo, além das bênçãos e agradecimentos do sacerdote e imigrantes a boa colheita do ano.

O Prefeito Municipal, Marcos Assad, acompanhado da Primeira Dama do Município foram chamados pelo Padre durante a celebração para falar sobre a Festa e importância da imigração italiana para Anchieta.

“A Festa da Imigração Italiana é uma grande referência para nossa gente. É o resgate da história não apenas de Anchieta, mas, da região, que foi uma das escolhidas aqui no Estado por essa gente tão lutadora, que venceu todas as dificuldades e intempéries para desbravar e colonizar nossas terras”, declarou o prefeito.

Após a abertura oficial da festa, que aconteceu logo depois da missa, a programação seguiu com apresentações de canto e danças típicas e desfiles onde a beleza italiana foi destaque. Nove candidatas concorreram ao “La Bella Nonna” e cinco ao “La Bella Bambina”. Depois de mostrarem, no palco, toda a beleza e graça da mulher descendente de italiano as “Nonas” e “ Bambinas”, que contaram inclusive com torcidas de netos, filhos, pai e irmãos, foram escolhidas e premiadas. A noite foi encerrada ao som da banda Musical Prateado.

Domingo de mais Caminhada e Caretela
No domingo, segundo e último dia de festividades, a concentração começou às 6h30, em Serra das Graças. Após o café da manhã coletivo, os andarilhos tiveram um alongamento antes de reiniciar a caminhada em direção à comunidade de Dois Irmãos, onde foram recebidos com música e continuaram caminhando até a próxima parada em Alto Joeba. Lá eles desfrutaram de uma paisagem única e belíssima, formada por montanhas e nascentes.

Ao chegar ao último destino, em Alto Pongal, a recepção foi em clima de festa. A comunidade e milhares de visitantes receberam os andarilhos com almoço típico, animado pela Banda Viva Itália. Além disso, diversas atrações culturais fizeram a alegria dos presentes, inclusive dos pequenos, que contaram com espaço próprio para recreação.

A advogada Marilza Lima (59) foi uma das milhares de pessoas que estavam na Festa e era só elogios para o evento. “Este ano estou impressionada com a beleza e organização. Meus pais moram próximo a Alto Pongal e eu já participei de umas três edições, mas esta superou todas as outras, inclusive na quantidade de pessoas”.

Às 16 horas, o momento mais aguardado do dia, foi intenso e movimentou as ruas da comunidade. A Caretela, considerada uma espécie de Carnaval italiano, levou uma multidão de pessoas a seguirem os 12 carros alegóricos pelas ruas de Alto Pongal, em direção a área central da festa. Durante o percurso, integrantes da comunidade vestidos a caráter distribuíram muito vinho, queijo e salame aos participantes.

A Caretela trouxe também mais apresentações de músicas típicas que retratavam o dia a dia dos primeiros imigrantes e foi seguida por um show com a Banda Gioco di Mora. Para finalizar a festa foi servido, para os presentes, o tradicional sopão sob a animação de Ney da Viola e Amarildo.

A pausa da viola e do caldo com macarrão, que revigorou o público, aconteceu apenas para a realização de um show pirotécnico que deixou mais bonito o céu de Alto Pongal. Quem assistiu afirmou que a noite foi fechada com chave de ouro, sucesso e gostinho de quero mais.

“Vou voltar com certeza!!! A Festa é maravilhosa, com pessoas esbanjando alegria e vitalidade, típico do italiano mesmo. Além disso foi um evento próprio para as famílias, não se viu uma confusão! Tudo muito seguro e organizado”, relatou o professor Luciano Cardoso, morador de Guarapari.

O prefeito Marcus Assad, que acompanhou toda a festa e passou por cada uma das comunidades, durante a caminhada, agradeceu a participação de todos e falou sobre a importância de se manter vivas as tradições.

“É muito importante que celebremos as tradições dos povos que construíram a nossa terra e o recorde de público e os elogios que recebemos são gratificantes quando um trabalho como este é finalizado. A nossa Administração fará o possível para que, a cada ano, a Festa da Imigração Italiana se supere e seja ainda melhor e mais bonita do que a anterior”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*