Linhares: feto de bebê é encontrado dentro de caminhão do lixo no bairro Colina

today4 de setembro de 2014
remove_red_eye1680

A Polícia Civil deverá abrir inquérito para apurar a origem de um feto encontrado na manhã desta quarta-feira (03) dentro de um carro da empresa responsável pela coleta de lixo de Linhares que estava na Rua Ibiraçú, no bairro Colina, exatamente em frente a garagem da Viação Águia Branca.

O feto, aparentemente do sexo masculino, foi localizado por um agente de limpeza pública que estava trabalhando entre os bairros Centro e Colina. O feto estava envolto num saco plástico.

Os garis haviam recolhido todo o lixo da Avenida Comendador Rafael e pararam na Rua Ibiraçú para tomar café. Neste momento aproveitaram para ligar o compactador do caminhão quando um dos garis visualizou o feto que ele diz ter confundido com um “boneco”. Uma viatura da Polícia Militar foi deslocada para o local para o registro da ocorrência. Os peritos do Serviço Médico Legal removeram o feto para a sede do SML, no bairro Centro. Os peritos que estiveram no local disseram que o feto aparentava ter entre 6 e 7 meses e estava, também aparentemente, saudável.

O fato chamou a atenção de curiosos para o local. O gari que encontrou o feto não quis dar declarações à imprensa. A Polícia Militar deverá atuar em parceria com os policiais civis nas investigações para descobrir de quem é o feto jogado dentro do caminhão do lixo. Os policiais devem ouvir o motorista condutor do veículo e os garis que estavam em atividade e solicita informações de alguma pessoa que possa ter ouvido comentários ou visto a pessoa que colocou a sacola, possivelmente, dentro do lixo, para que seja detida e responda pelo crime cometido. Denúncias podem ser feitas por meio do 181. A identidade do denunciante é preservada.

Caso se descubra a identidade da mãe do bebê abre-se inquérito policial. Caso contrário o feto fica no SML pelo período de seis e posteriormente é enterrado como indigente. Uma equipe da Vital Engenharia Ambiental esteve no local para dar assistências aos garis e acompanhar o trabalho da Polícia. Os funcionários da empresa irão contribuir com as investigações da Polícia.

Fonte e foto www.sitedelinhares.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*