Participantes do projeto Vitória Alfabetizada fazem curso de empreendedorismo

today16 de junho de 2014
remove_red_eye139

Muito além de ensinar a ler e escrever, o projeto Vitória Alfabetizada tem como objetivo contribuir para a inserção de seus participantes no mercado de trabalho, oferecendo uma vida mais digna e melhores oportunidades de qualificação profissional.

Para isso, o projeto promoveu dia 9 de junho, na Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emef) Adevalni S. Ferreira De Azevedo, em Jardim Camburi, o curso de Empreendedorismo para os alunos. As aulas aconteceram até dia 13 último.

Para Marlucia Ribeiro Rios, 67, o projeto contribuiu para mudar a sua vida. Ela é autônoma, trabalha com artesanato e não vê a hora de aplicar os conhecimentos adquiridos nas aulas em seu próprio negócio. “Eu parei de estudar muito nova, então esqueci muita coisa. Tinha bastante dificuldade para ler e escrever. Com o projeto estou conseguindo melhorar a cada dia. O curso foi muito bom. Estou ainda mais motivada para me qualificar. Já sonho até com a minha entrada numa universidade”, disse.

Quem também recuperou a autoestima e já sonha com voos mais altos é a doméstica Maria de Fátima Melo, 48. Ela ingressou no projeto no início deste ano e conta que não vai mais parar de estudar. “Fui muito incentivada pelo meu filho para participar do Vitória Alfabetizada. A equipe é muito boa, paciente e atenciosa. Meu filho acabou de se formar em um curso técnico e disse que a próxima será eu. Estou muito feliz em retomar os estudos. Cada dia é um novo aprendizado. Não quero parar nunca mais”, revelou.

Empreendedorismo
Ministrado pela consultora do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) Julia Duarte, o curso foi adaptado para os participantes do projeto e tem como objetivo despertar seu interesse para o empreendedorismo.

“Todo mundo estuda para ter uma profissão, montar um negócio e adquirir conhecimento para a vida. No curso, eles aprendem como começar algo e conhecem as principais características de um empreendedor. A turma é muito variada e conta com pessoas que trabalham com artesanato, produção de doces e salgados para festas. Então, acredito que vai ajudar bastante aqueles que já têm ou pretendem montar um negócio”, afirmou.

Vitória Alfabetizada
Além do objetivo de alfabetizar, prioritariamente, a população com idade entre 15 e 59 anos que não sabe ler e escrever, o Vitória Alfabetizada tem como propósitos específicos proporcionar aos participantes acesso ao curso de formação em empreendedorismo e/ou associativismo e facilitar a concessão do microcrédito para que desenvolvam ações empreendedoras.

Fonte Ascom Vitória.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*