Ricardo Ferraço cobra e Ministro afasta possibilidade de importação de café

today8 de outubro de 2014
remove_red_eye186

Com a notícia sobre as intenções da Nestlé importar café verde – mesmo produto produzido no Espírito Santo – de outros países para compor “blends” da fábrica de café em cápsulas que pretende construir em Minas Gerais, o senador Ricardo Ferraço esteve dia 07 de outubro com o ministro da Agricultura, Nero Geller,  e cobrou pediu explicações sobre a possibilidade da importação de café.

O resultado da audiência foi animador. O ministro nos garantiu não ter qualquer intenção de liberar a importação de café verde, concordando com nossa ponderação de que a medida forçaria a baixa de preços do produto, penalizando nossos cafeicultores.

A obrigação do Ministério da Agricultura, segundo ele, é prestigiar a produção nacional, estimulando também sua industrialização e agregação de valor. Ficou acertado um canal direto entre nosso gabinete e o Ministério para que possamos acompanhar a questão do café passo a passo”, explica o senador em post no facebook https://www.facebook.com/RicardoFerraco

Ricardo Ferraço reforçou  ser completamente contra a importação. “Não tem e não faz nenhum sentido o nosso país importar café. Produzimos aproximadamente 45 milhões e consumimos cerca de 19,5 milhões de sacas. Ou seja, produzimos muito mais do que consumimos. Importar significa jogar para baixo os preços que já não remuneram os produtores pelo sacrifício e esforço em manter uma lavoura”, argumentou.

Fonte Leonardo Nunes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*