Setor petrolífero pode gerar mais de 3,4 mil empregos diretos em Itapemirim

today15 de outubro de 2014
remove_red_eye114

O setor petrolífero apresenta forte influência na economia brasileira, em especial, nos municípios litorâneos. O impacto multiplicador desse setor sobre as demais cadeias produtivas é realidade em muitos estados, em particular, no Rio de Janeiro e no Espírito Santo.

Entre outros fatores pertinentes, o que mais se evidencia é a geração de emprego e renda. Somente em Itapemirim é prevista a criação de 4.750 novos postos de trabalho, destes, três mil quatrocentos e cinquenta serão empregos diretos.

Logo mais a noite, a partir das 19h, o professor Luciano Salamacha, que é consultor de empresas e professor da Fundação Getúlio Vargas, vai proferir a palestra “A estratégia e o desenvolvimento econômico regional”. Salamacha é doutor em administração, mestre em engenharia de produção com MBA em Gestão Empresarial, pós-graduado em Gestão Industrial e formado em Direito, abordará a informação, o conhecimento e a estratégia no negócio que fazem a diferença num mercado competitivo. O evento será realizado no Strelatto Cerimonial Buffet, em Itaipava.

De acordo com secretário municipal de Projetos Especiais e Desenvolvimento Estratégico, Fábio Guilherme Rocha Araújo, somente na fase de instalação do Itaoca Offshore e do C-Port Logística Offshore serão criados 2,6 mil empregos diretos. O titular da Pasta disse ainda que na fase de operação serão gerados aproximadamente 850 novos postos de trabalho e outras 1,3 mil vagas para empregos indiretos nos dois portos.

Araújo ressalta que, em ambos os projetos, será priorizada a mão de obra local, inclusive na contratação de empresas locais para fornecimento de produtos e serviços, portanto, acredita que não haja crescimento populacional significativo em razão de os trabalhadores serem da região.

O prefeito de Itapemirim, Dr. Luciano de Paiva, destacou o crescimento também, do setor turístico no município a partir da implantação do empreendedorismo: “A chegada dos empreendimentos aquecerá a economia local, atualmente voltada para o turismo de lazer. Certamente Itapemirim será um grande polo na cadeia de petróleo e gás e atrairá grandes empresas deste segmento, fortalecendo assim o turismo de negócio”.

Ainda de acordo com Fábio, Itapemirim vem se preparando com diversos projetos de infraestrutura para atender as demandas relacionadas aos portos, enumerando um novo sistema de captação e tratamento de água para o Distrito de Itaipava, implantação de sistema de beneficiamento de resíduos sólidos, pavimentação de ruas e estradas, entre outros projetos: “A prefeitura também anunciará, em breve, um lançamento de pacote de projetos dentro da área da saúde, educação, assistência social, pesca, entre outros”, finaliza.

Por José Geraldo Oliveira
DRT-ES 2.141/07 JP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*