Vila Velha | Decreto cria o Distrito Criativo Prainha

today8 de outubro de 2021
remove_red_eye67

Nesta sexta-feira (08), no Diário Oficial Municipal, foi publicado decreto que institui o Distrito Criativo da Prainha, um espaço destinado ao fomento à criatividade e inovação artísticas e culturais, estimulando-se a economia local, o turismo e a melhoria da qualidade de vida dos moradores da região.  

Dentre os objetivos da iniciativa, constam promover a diversidade cultural e o desenvolvimento humano; valorizar a identidade local; oportunizar um espaço igualitário e democrático onde, por intermédio da criatividade e da cultura, os diferentes segmentos sociais possam harmonizar-se; desenvolver ações de disseminação de tecnologia social resultante de um trabalho coletivo, que encontre sustentação e legitimidade no diálogo com a sociedade; estimular o setor empresarial a valorizar seus ativos criativos e inovadores, com a finalidade de promover a competitividade de produtos, bens e serviços cujos insumos primários sejam o talento e a criatividade individual e coletiva locais; entre outros.

As ações do Distrito serão coordenadas pelo Comitê do Distrito Criativo Prainha – Vila Velha (CDC – Prainha) formado por representantes do poder público, dos setores cultural, criativo, empresarial e acadêmico e da sociedade civil organizada. 

“O Distrito Criativo é um centro geográfico e organizacional de artes e ofertas culturais, um verdadeiro atrativo para a criatividade e a inovação, incentivando a cultura, a gastronomia e o artesanato, atraindo clientes e empresas culturais e criativas”, afirma o secretário de Turismo, Esporte e Cultura, Paulo Renato Fonseca Júnior.

No dia 24 de agosto, no auditório da Prefeitura, a proposta foi apresentada e discutida com moradores e empreendedores.

Rede Brasileira de Cidades Criativas
A partir da criação do Distrito Criativo Prainha, a cidade poderá se candidatar para pertencer à Rede Mundial de Cidades Criativas, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), com base em regulamentação própria da instituição e da futura Rede Brasileira de Cidades Criativas, que está sendo criada pelo Ministério do Turismo (MTur) do Governo Federal.

A Rede de Cidades Criativas da UNESCO foi criada em 2004, contando com apoio da Organização das Nações Unidas para o Comércio e o Desenvolvimento (UNCTAD), para promover a cooperação entre cidades que identificaram a criatividade como um fator estratégico para o desenvolvimento urbano sustentável. 

A Rede serve como uma plataforma internacional de intercâmbio, contribuindo para seu desenvolvimento e para a implementação dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 das Nações Unidas, notadamente o Objetivo 11 sobre cidades e comunidades sustentáveis. A Rede é composta por 246 cidades, de mais de 80 Estados-membros da UNESCO, sendo que o Brasil possui apenas 10 municípios dos 5.470 existentes no país.

Com a criação da Rede Brasileira de Cidades Criativas, o MTur buscará estimular as localidades a usarem o seu capital criativo e inovador para a promoção do desenvolvimento, com incentivo à adoção de ações locais e territoriais que reúnam, primordialmente, empreendimentos dos setores envolvidos e agentes criativos, fomentando o turismo local e gerando oportunidades de negócios, emprego, trabalho, renda e o pleno exercício da cidadania.

foto Everton Thiago/PMVV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*