Acidente com ônibus de estudantes mata 11 pessoas

today28 de outubro de 2014
remove_red_eye433

Onze pessoas morreram e 30 ficaram feridas em um grave acidente envolvendo um caminhão-tanque e um ônibus de estudantes, no final da noite desta segunda-feira (27), na Rodovia Deputado Leônidas Pacheco Ferreira (SP-304), em Ibitinga. As vítimas são adolescentes com idades entre 15 e 17 anos. 

De acordo com a Polícia Rodoviária, o coletivo transportava estudantes da Escola Estadual Dom Gastão Liberal Pinto, da cidade de Borborema. Eles voltavam de uma exposição na cidade de São Paulo quando o ônibus bateu de frente com uma carreta que carregava óleo vegetal. As 11 pessoas morreram no local do acidente, mas uma delas foi encontrada carbonizada debaixo do ônibus por volta das 8 horas desta terça-feira (28).

02

03

 

 

 

 

 

Mais de 30 feridos foram socorridos e levados para hospitais de Borborema e Ibitinga. Entre eles, há informações de que 16 estão em estado grave. Há ainda pessoas que não foram encontradas com vida nem mortas e estão sendo procurados na rodovia pela polícia, familiares e bombeiros. Eles podem estar em choque, desorientados e feridos.

De acordo com a Polícia Rodoviária e os Bombeiros, testemunhas relataram que a carreta teria invadido a pista contrária por onde trafegava o ônibus. O motorista do ônibus teria tentado desviar, mas não conseguiu evitar a colisão. Com o impacto, a lateral do ônibus foi arrancada e os estudantes que estavam do lado direito foram arremessados para fora do veículo. Em outra versão, o ônibus estaria trafegando pela pista em alta velocidade e o motorista acabou perdendo o controle do veículo pois a pista está em obras.

Na lista de pessoas identificadas estão os professores Márcia Martins de Carvalho Biasotto, Margarete Aparecida Lucas dos Santos e Roseneide Aparecida Casetta Montera; e os alunos Angelo Mateus Geraldo, Gabriela Cristina da Silva Rodrigues, Nicanor de Freitas Junior, Taina Brenda Ferreira, Thayro Matheus da Silva Polimeno, Felipe Gonçalves Rossi, Marisa Aparecida Mansano dos Santos.

Os dez corpos foram trazidos para o Instituto Médico Legal (IML) de Araraquara. Ainda não há informações sobre as causas das mortes, nem previsão de liberação para as famílias.

Fonte: www.jornalacidade.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*