Quatro mil pessoas são atendidas na Ação Integrada de Cariacica

today13 de junho de 2014
remove_red_eye140

No dia 7 de junho mais uma ação do Programa Estado Presente em Defesa da Vida foi realizada em Flexal II, Cariacica. Essa foi a 40º ação e reuniu quatro mil moradores de diversos bairros que puderam aproveitar o dia para solicitar serviços essenciais gratuitos.

O evento é promovido pelo Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Estado da segurança Pública e Defesa Social (Sesp).

Ao todo, 610 voluntários participaram, sendo 143 em apresentações culturais e 467 para prestações de serviços, apoio logístico e segurança. Foram emitidos 338 documentos, e mais de 100 pessoas receberam assistência e orientações jurídicas. Além disso, foram realizados 1.050 atendimentos médicos, como aferição de pressão, teste glicêmico, capilar e atendimentos odontológicos.

Também tivemos atendimentos diversos como inscrições em projetos sociais, corte de cabelo, encaminhamento pare rede de assistência social, inscrição em projetos sociais, fotos 3×4, xerox de documentos e solicitação de vistoria, totalizando 2.176 atendimentos. Foram distribuídos 2.281 panfletos informativos à população.

A criançada também teve a diversão garantida. Elas puderam participar de brincadeiras, apresentações culturais, lúdicas e recreação. Mais de quatro mil crianças tiveram acesso a essas atividades, além disso, foram distribuídos picolés, pipoca e algodão doce, totalizando 7.500 unidades.

Neste ano já foram realizadas anteriormente três Ações Integradas de cidadania, sendo uma no bairro São Pedro, em Vitória, outra em Colatina e a última em Aracruz. Mais cinco ações serão realizadas ao longo do ano, totalizando nove ações para o ano de 2014.

Sobre a Ação Integrada
A Ação Integrada pela Cidadania faz parte do Programa Estado Presente, uma realização do Governo do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), com o objetivo de levar ações de segurança, cidadania e opções para a melhoria de vida dos capixabas que moram em 30 áreas apontadas como de vulnerabilidade social.

A Ação é realizada em parceria com as prefeituras municipais, instituições filantrópicas, Poder Judiciário e entidades da sociedade civil e visa reduzir a criminalidade no Espírito Santo.

Fonte Governo do ES.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

*